terça-feira, 28 de abril de 2009

aterrisse
sem paraquedas
nos meus braços
sobressalentes

jogue-se no mar
salve-se quem puder
ou me dá seu endereço

0 comentários:

Postar um comentário