quinta-feira, 23 de abril de 2009

bajulação

chega de mansinho
não quer nada
apanha docinho
de milho verde ou castanha-do-pará
não sei o que se passa
pega uva-passa

diz que sou doce
me amaria mesmo se não fosse

outra vez pego você em flagrante
roubando biscoitinho, um beijinho, até
isso nunca é o bastante
vai acabar com déficit na hora do café
quem tem faca e queijo na mão
querendo biscoitinho de parmesão

um dia saio desse fogão
pra aquecer seu coração

espere o creme ficar pronto
tire as mãos daí, meu deus
não gosto desse seu modo tonto
pare de lamber os dedos. os meus!
o creme não compensa

desfaço laço
no seu abraço

0 comentários:

Postar um comentário