quinta-feira, 23 de abril de 2009

descalços

sem pás, pós, paz
no lodo nossos pés
lado a lado no lodo
os dedos duas vezes dez
assim deslizam os pés
os meus vão primeiro
de encontro ao bueiro
na enxurrada

nossos pés
antes tão amantes
nunca derrapantes
de repente
nossos pés
na água salobra

0 comentários:

Postar um comentário