sexta-feira, 17 de abril de 2009

discurso de puta: devo, não nego
pagarei quando foder



escravos e escravas no canavial
orgia, bacanal


folha branca, caneta azul
pra mim é o céu



forma, sombra
fantasma assombra


eu, de lua
ele, de sol e lua




uma rã mergulha
tento salvá-la

0 comentários:

Postar um comentário