quinta-feira, 23 de abril de 2009

morcego

vem consumido
me consome
não sei seu nome
com gosto
deixa marcas no pescoço
na calada da noite
abre asas besuntadas
me empalha

0 comentários:

Postar um comentário