quinta-feira, 23 de abril de 2009

temporã

te busco hoje se ainda
amigos somos
tomo suas mãos
apertando até sangrar
vendo meus lábios
vermelhos desses gomos

cultivo no peito
fruta silvestre
rompendo em brotos
planta agreste

0 comentários:

Postar um comentário