sábado, 21 de novembro de 2009

eu era pra casar

dona olívia
no leito de morte
me pediu duas vezes
"não se case mais
alguém tem de cuidar da família"

feito bebê
quase bebel
começou chorare, mamãe

2 comentários:

  1. Prima querida, saudades!

    Lindas suas poesias....estou emocionada com as homenagens que voce fez a nossa querida e inesquecivel Olivia. Te admiro muito...Gostaria de estar aí pertinho de voce,pra ouvi-la recitar pra mim. Beijos no teu coração. Te amo. Shirley

    ResponderExcluir
  2. Te amo, te adoro, te venero, te quero, sinto sua falta, minha loura, minha darling, minha amada, que não tem vergonha de confessar que no tempo dos Irmãos Coragem beijava a boca do Tarcísio Meira na tela da TV.
    Sempre sua, prima, e vamos juntas muitas vidas. Estamos distantes, Shirley, mas muito unidas.
    Da Jura.

    ResponderExcluir