sábado, 26 de junho de 2010

minha doce ternurinha

                                     
                 No more pain, no more sorrow.


 sálvia sofreu calada
 abandono
 sequestro dos filhotes lactentes
 ataques de ouriços

 ensimesmada
 dez meses comigo
 nem curtiu a curta vida

 eu mesma cavouquei em dores a cova
 dignidade de sálvia também preservada
 no papel pardo, fita-lácrima
 na cobertura de capím seco

 sálvia, alegria dos jardins
 beija-flores celebrarão sua festa
 nos céus dos cachorros mansos
 que viveram a vida sem morder chorar
 latir

requiescat in pace

0 comentários:

Postar um comentário