domingo, 17 de outubro de 2010

eu, vivo, pra consertar

gado
a gente marcava
tangia ferrava
engordava matava

agora
é diferente
: gado é igual gente

2 comentários:

  1. Juracy, se não é esse negócio de blog a gente acaba por não (re)conhecer a escrita das pessoas que nos são próximas. Faz tempo que não leio nada seu. Hoje (re)descobri seu blog e me embebedei de coisas boas pra alma. bjs!

    ResponderExcluir
  2. Olha só que sintonia divina, Wallace.
    Eu já estava pensando em procurar mais você na net. Estamos mais que conectados: unidos em nome da Poesia. Você é o máximo.
    Obrigada pela alegria da visita.
    Beijos,
    da Jura.

    ResponderExcluir