quinta-feira, 15 de novembro de 2012

o baile já começou



na escola
crianças me mostram
rigidez no meu corpo

apontam com o dedo
barra-manteiga
na fuça da nega

terça-feira, 13 de novembro de 2012

não chora, neném



12/12/12
não vai acontecer
nada de ruim

no seu coração
vai abrir uma cratera
de puro amor

simples assim

segunda-feira, 12 de novembro de 2012

a espera bem-me-quer



se penso
: ele já chegou

engano
falso alarme
tenho de começar
tudo de novo

marciano,
a sorte acredita
em mim?

domingo, 11 de novembro de 2012

sim, sazonal



moro
num país sem igual

abençoada por deus

aflita
por natureza

a nova mulher verde



iara, me quero verde
mãe-d'água
tal qual sou
cada vez mais verde

verde encanto
matizes diferentes, mundo verde
chuva de montanhas pra todo lado

pele verde
com ela o planeta é revisto
revestido revertido convertido

encontro verde
ao som da voz verde
dos bichos misturada à minha
emails sempre verdes
a cor dos olhos reflito
contente com a lente
vertente

respiro verde
choro verde
rio verde
amo verde
ouro verde

curadora, salvar a terra
do abismo
receber a bênção da mãe-terra
quando nos aninharmos nos seios dela

tudo ver de
sorte que sejamos maduras
mesmo verdes

sábado, 10 de novembro de 2012

quanto mais festa melhor



juscely e simone
simone, cunhada, e juscely, mana
10 de novembro
scorpio

parabéns
ano novo
agora!

livres fadas
- yo lo creo -

vai depender
se vocês
vão querer

quinta-feira, 8 de novembro de 2012

gracias, nobre colega



a graça
na sentida lágrima da gracias

buscando no fundo da alma
- petição urgente -
a beleza que se vê

jura
no poema da jura